Estamos cada vez mais perto de mais uma estreia do “Vozes da Pérola do Índico”

A voz desta semana vem da província de Sofala, no bairro da Manga. Lázaro Sampaio é o detentor da voz desta semana, sendo um artista do género Gospel, procuramos saber dele se é possível viver da música Gospel em Moçambique. Vem comigo e descubra a resposta dessa e mais perguntas.

Lázaro Sampaio, é um cantor com um forte público no mercado musical, uma das referências no género Gospel a nível nacional. Procuramos saber desta grande referência, se é possível em Moçambique viver da música Gospel, a resposta foi simples e directa. “É possivel sim, mais e preciso os empresários abraçar a música gospel” disse Lázaro Sampaio, chamando atenção dos empresários.

O artista da semana, acredita que é mais fácil alcançar os holofotes estando na cidade capital do país e explica os motivos. “Nas províncias é muito deficil, lá não se valoriza a música. Se tens talento tens que vir para cá, aí sim” avançou Lázaro Sampaio, falando da cidade capital.

Lázaro acrescenta que neste ano não trará novos trabalhos, o que é uma notícia triste para seus fãs e admiradores. No entanto, em compensação, eles poderão desfrutar de um show acústico neste sábado, produzido nos estúdios do Apathany

Gostou deste conteudo?

Partilhe !!!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Email

INSPIRANDO MUDANÇAS

INSPIRANDO MUDANÇAS | REINILDO MANDAVA | GENY CATAMO | BRUNO LANGA

INSPIRANDO MUDANÇAS GABRIEL JUNIOR

INSPIRANDO MUDANÇAS GILBERTO MENDES

MAIS NOVIDADES

Contagem Regressiva para o Grande Show LBD Connected em Quinta Jorge

Quinito Junior e Refiller Boy Fortalecem Amizade na África do Sul

Twenty Realiza Sonho de Jovem Cantor Miguel no Transporte Público

Mr. Bow Vai Participar do Programa Show do Fred Nesta Quinta-Feira

Em Portugal, Gasso Franco partilha uma foto assinando um contrato

Foi ao Apagar das Luzes que os Touros Cortaram o Fio da Vitória dos Hidroelétricos e Dividiram os Pontos

Conectando Moçambique

Discover more from IHAPARI

Subscribe now to keep reading and get access to the full archive.

Continue reading